sábado, 15 de agosto de 2009

Preparem-se: a reação alvinegra vem aí!

Acho que eu não fui a única que tirei umas férias desse mundo do futebol, né? Pelo que me consta, o Corinthians anda cultivando um descanso que às vezes me parece eterno (dentro do brasileirão). Nada de vitórias... empates “chochos”... Sem falar naquela humilhação diante dos nossos rivais porquinhos – que na minha opinião foi o começo desse marasmo todo.


Mas AQUI É CORINTHIANS e não quero nem saber de corpo mole! Não importa se é com Bill no ataque ou qualquer um que seja, vamos lutar para vencer! Vamos jogar com raça e com o coração! E o nosso alvo? Esse vai ser o Galo.


Amanhã o Corinthians recebe o Atlético Mineiro em um Pacaembu que promete muito incentivo aos nossos jogadores. Mas, se vacilarem, promete também muitas vaias.


Nosso professor pensa em entrar em campo com a seguinte formação: Felipe; William, Chicão e Diego; Jucilei, Elias, Edu, Boquita e Jorge Henrique; Dentinho e Henrique, podendo sofrer alterações nas posições de Diego, que pode vir a jogar na lateral, e também na de Jorge Henrique, que pode vir a ficar como atacante.


E aí, será que o Galo vai parar o Timão ou a nossa reação vai começar aí? Acreditem, esses pontos serão nossos! VAI, CORINTHIANSSSSS!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Douglas vendido! Quem será o próximo a sair?

Douglas é o mais novo jogador negociado pela diretoria corinthiana.


Conhecido como o “maestro” alvinegro, o camisa 10 do Corinthians foi o destaque do time na campanha da série B. Dono de passes categóricos, o meia não vinha tendo atuações regulares e foi alvo de críticas por parte da torcida na atual temporada. Douglas irá atuar no futebol de Dubai.


Esperamos que o nosso maestro se dê bem nessa nova etapa e, fica aqui meu recado: elogo mais nos encontraremos em Dubai! Rumo ao Mundial de Clubes!


Nosso saldo negativo (de maior importância), já conta com André Santos, Cristian e Douglas! Quem você escalaria no lugar desses desfalques? Alguma dica para o próximo a sair? OPINE!

segunda-feira, 20 de julho de 2009



O Fenerbahçe acaba de anunciar em seu site oficial, a compra de dois jogadores do elenco Corinthiano. O lateral André Santos e o volante Cristian, dois destaques e peça fundamental no time de Mano Menezes devem estar fazendo as malas e partindo para a Turquia.

Em uma primeira notícia, o time turco anuncia que chegou a um acordo com o Corinthians e que mais tarde daria maiores informações.

Numa segunda informação postada, o site conta a história dos dois jogadores e deixa a ficha técnica e detalhes sobre a carreira de ambos. Falam ainda que o lateral esquerdo, titular da seleção Brasileira na Copa das Confederações, e o volante titular do time do Parque São Jorge representarão a equipe na temporada de 2009/2010. Ao que parece, os agora ex-jogadores do Corinthians devem assinar o contrato formal em breve.



Site do Corinthians também divulga nota oficial:



“Nota Oficial - negociação de André Santos e Cristian


Por Sport Club Corinthians Paulista

20/07/09 - 17h51



A direção do Sport Club Corinthians Paulista comunica que está negociando os atletas Cristian e André Santos com o Fenerbahçe, da Turquia. Entre os clubes já está tudo fechado, mas ainda faltam os exames médicos e os acertos finais entre os atletas e a agremiação turca para que a negociação seja concluída.

Assim que a transação for confirmada, a direção do Corinthians virá, por meio do site oficial, comunicar sua torcida. Desde já, o Corinthians faz questão de agradecer aos dois jogadores pela dedicação, empenho e profissionalismo com que defenderam as cores do clube no período em que aqui estiveram.”





Fica aqui, em nome de toda a torcida alvinegra, meus sinceros agradecimentos ao nosso camisa 6 - Cristian, e também ao nosso camisa 27 - André Santos! Obrigada por todas as vitórias e pelos títulos conquistados!



E aí, torcedor Corinthiano. O que achou dos mais novos desfalques na equipe alvinegra? Qual jogador poderia substituí-los de forma que o clube não sentisse essas baixas? OPINE!

Feliz dia do amigo!

Não vou dizer que vou fugir do tema ao escrever sobre esse dia especial, afinal, quando resolvi lançar esse blog, me propus a escrever sobre o que desse na telha! Até falei que poderia escrever sobre culinária, mas, definitivamente, esse não é o meu forte! Não que meu forte seja essa coisa chamada “amizade”, porém, dela tirei grandes ensinamentos e construí diversos sonhos.


Você já parou para refletir o que a amizade significa para você? Ou então já parou para contar quantos amigos você realmente tem? Aposto que essa última tarefa não seria nada difícil. Hoje, infelizmente, podemos contar nos dedos os amigos que temos.


Quando Deus criou o amigo, certamente pensou em alguém que pudesse tratar de nossas feridas, acalentar nossos corações, rir conosco nos momentos mais toscos possíveis e também chorar naqueles mais desesperadores. Deus pensou em alguém que nos amasse com uma venda nos olhos, assim não enxergaria nossos defeitos, classe social ou beleza. Deus preparou essa pessoa apenas para tocar nossos corações e nos permitir a escassa confiança!



A amizade verdadeira não é aquela que te ilude dizendo o que você espera ouvir; não é aquela que te acompanha apenas nos melhores momentos; não é aquela que alguém tem como amigo por um qualquer interesse. A amizade verdadeira também nem sempre é aquela que está ao seu lado 24 horas por dia. A verdadeira amizade é aquela que, independente do tempo em que não se vêem ou da distancia em que vivam, estão sempre ligadas pelo carinho e pelo afeto. É aquela que você pode ligar a qualquer hora do dia e da noite, é aquela que você sente com a pessoa todos os sentimentos que se passam no seu coração quando ela lhe confidencia um segredo. É aquela que te ama passe o tempo que passar. É aquela que luta pelo seu bem assim como se um irmão fosse. Na verdade, amizade é isso, é escolher para irmão aquele que se tem por amigo. E para não haver dúvida alguma sobre isso, a Bíblia diz em Provérbios 17:17:



“O amigo ama em todo o tempo; e para a angústia nasce o irmão”



Na vida Deus me deu apenas um irmão, porém, me deu a oportunidade de encontrar uns ou outros perdidos por aí. É com esses irmãos que dividi segredos, conselhos, choros e lágrimas. Dividi experiências que eu jamais imaginei viver e outras que não viveria novamente. Aprendi a conversar pelos olhos e a sentir a dor alheia. Aprendi a ficar feliz pelo simples fato de estarem felizes. Aprendi o verdadeiro sentido da amizade e pretendo levá-la pra sempre em meu coração.

Obrigada a vocês, meus amigos, por tudo o que vivemos até hoje e pelo muito que temos a viver. Obrigada por me escolherem para essa inexplicável missão de ser amigo. Obrigada, do fundo do meu coração, por existirem em minha vida!



Se você tem um amigo, diga a ele o quanto você é feliz por ele existir em sua vida. Diga hoje, no dia do amigo, e diga sempre! Afinal, amigo é aquele que é “coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito, dentro do coração”.



Uma conversa de Campeão pra vice-campeão

Fala, Galerinha!


Ontem o Corinthians viajou pras Minas Gerais e foi se encontrar com o time vice-campeão lá da região – aquele que não fez a lição de casa e perdeu a libertadores pros Estudiantes (hehe). Uns o chamam de Raposa, outros, apenas de Cruzeiro. Independente de nomes ou apelidos, o fato é que a raposa fugiu pro meio do mato e o Cruzeiro tremeu na base do fenômeno que revelara anos atrás.


A conversa de que Ronaldo não jogaria muitos jogos seguidos pelo Brasileirão tem sido balela! R9 jogou os últimos três jogos e marcou nada mais nada menos do que 6 gols! Uma incrível média de 2 gols por jogo que, ontem, poderia ter aumentado. Ronaldo perdeu pênalti e gol na cara das redes. Mas, para quem é fenômeno, isso não é nada. Ronaldo ainda marcou o dele depois de um presente de Jucilei.


Para quem achava que, após a perda do título da Libertadores, o Cruzeiro vinha com tudo para se redimir diante da sua torcida, se enganou. Eles até que tentaram ir pra cima e mostrou superioridade em alguns momentos de jogo, porém, eles conheciam a força do renovado Corinthians. Com muitos desfalques a exemplo de Douglas, Willian e Dentinho, quem fez história foi Jucilei, Jorge Henrique, Felipe e Ronaldo. Felipe fez defesas maravilhosas, Jorge Henrique recebendo brilhante passe de R9 fez o gol e Jucilei deu um gol de presente a Ronaldo.


Não teve Kleber ou qualquer outra estrelinha que parasse o Coringão. Jogando com um a mais desde a metade do primeiro tempo (apesar de não termos utilizado de maneira muito eficiente a tal vantagem), o Corinthians soube administrar o resultado e conquistar os três pontos. Agora o todo poderoso ocupa a 6ª posição da tabela, soma 20 pontos e se prepara para alcançar o líder Atlético-MG, que tem apenas 5 pontos a mais. Outro que possui os mesmos 25 pontos do líder, é o nosso arqui-rival Palmeiras. Por falar nele, estamos em contagem regressiva para o sempre tão esperado Derby. Daqui há exatamente 6 dias, nos encontraremos lá em Presidente Prudente, local do gol mais festejado dos que marcou o Fenômeno com a camisa do Timão. Se preparem, o Todo Poderoso Timão vem aí! Vai, Corinthians!

terça-feira, 14 de julho de 2009

O tal rodízio de técnicos

Fala, galerinha.


A ressaca do título foi taaaaanta, que as minhas inspirações para post’s estavam de folga! E não adianta falar que foi por causa da impressionante derrota para o Grêmio, no último domingo, pelo inacreditável placar de 3x0... Não foi, juro! Até mesmo porque, se fosse assim, certamente eu teria postado algo na brilhante vitória por 4x2 diante o Flu. Claro que não precisávamos ter tomado esses dois gols e poderíamos ter feito ainda mais. Da mesma forma que é inacreditável a o fato de não ter feito se quer um golzinho no Olímpico! Mano Menezes não tinha sentido esse gostinho antes, mas, pra tudo há uma primeira vez. Aliás, esperamos que seja a última. Enfim, não quero entrar no mérito desses jogos porque se não o post ficaria mega longo e eu não colocaria em jogo certas dúvidas que me rondam a mente no dia de hoje. Vamos a elas, uma de cada vez! A primeira vem aí.






O TAL RODÍZIO


Adoro esse lance de rodízios! Pizza, churrasco... Faz um bem danado ao meu maior pecado, a gula. Agora, rodízio de técnicos? Qual o fundamento disso? Até onde esse “cara” pode mudar a cara de um mesmo elenco?


São dez rodadas de um brasileirão onde tivemos nada mais nada menos do que NOVE técnicos demitidos! E não são técnicos de pouco prestígio ou experiência. São gente do garbo de W. Luxemburgo, Muricy Ramalho e Parreira! O que ta acontecendo com essas diretorias? Sem falar naqueles que estão na corda bamba, a exemplo de Tite.


Até que ponto o técnico é o principal responsável por derrotas e por eventuais perdas de títulos?


Agora, me pergunto eu: qual a melhor opção para uma diretoria? Aquele cara que conhece o elenco que tem e que, teoricamente, foi o que indicou as contratações para a temporada e tal e, assim, já tinha um plano traçado... Que já tá testando um esquema e que pode ter muito mais eficácia em curto prazo (leia-se poucas rodadas), ou então, aquele cara que ta chegando agora e que não conhece os jogadores, os problemas do time e muito menos tem noção de um esquema que possa dar certo (e que certamente vai gastar um tempo/rodadas para ajeitar seu time)? Isso porque não vou entrar no mérito de salários, multas, contratos e etc...


Sabendo que a diretoria e a comissão técnica tem – ou pelo menos deveria ter - total influência e liberdade para conversar com o seu técnico, será que uma conversa, sugestões ou conselhos em eventuais dúvidas a respeito de qualquer coisa relacionada ao elenco ou então a estratégias para vencer determinado time, não seria bem mais indicada do que promover esse “rebuliço” todo?


Por outro lado, o Luxa é considerado por uma grande maioria como o melhor técnico do Brasil. Se ele não dá jeito no Palmeiras, quem vai dar? - Respota: Jorginho ta dando!



E aí? O que acham disso? Qual o seu ponto de vista técnico, filosófico ou corneteiro a respeito dos técnicos do nosso tão amado futebol? OPINEM!

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Aqui tem um bando de loucos, delirando com o TRI, Corinthians!

Tá liberado! Podem gritar! Gritem desde “EU JÁ SABIA” até o mais esperado por todos, “É CAMPEÃO”.

Hoje, com um pouquinho de atraso, venho tentar dividir com vocês a minha emoção. Emoção esta que, segundo Silveira Bueno (Prof. com dicionário publicado), descreve como “comoção, abalo moral, perturbação”. Então, suponhamos que seria difícil uma pessoa nessas condições descrever algo. Lá vamos nós tentar.

Ontem o dia demorou a passar! Tudo o que acontecia acabava, de uma forma ou de outra, relacionada ao confronto de mais tarde. Palpites rodavam o país e os estatísticos tentavam “cientificamente” deduzir alguma coisa. Numerólogos também. Enquanto isso, nós, meros torcedores, sofríamos com declarações alheias. Só não sofríamos tanto porque esse título tava mais certo do que qualquer continha que se fizesse, a exemplo de 2+2 = 4. Dificilmente tomaríamos 3 gols sem fazer ao menos 1. Dificilmente.

O relógio andou, andou e, finalmente, se aproximou das 22:00 horas. Nisso já era possível perceber unhas na boca, dedos cruzados e muitos sinais de “Pai Nosso” sendo executados por alguma porcentagem dos cerca de 30 milhões de Fiéis alvinegros. Eu era um deles e aposto que você também.

Gladiadores e choradores entram em campo. O trio de arbitragem também. Aquecimentos pra lá e pra cá e daqui a pouco tudo estava em seu devido lugar: 11 de um lado e 11 do outro. Só a redondinha no meio e o juiz ao lado ressoando o apito. Tinha início o grande o show.



Eu via o Corinthians correr como não fez nem de longe, ano passado, contra o Sport. Via um time brigar, um André Santos jogar um de seus melhores jogos juntamente com Jorge Henrique. Foi um primeiro tempo pra dar gosto. O Corinthians jogou fácil. O fácil ficou melhor ainda aos 20 minutos, num gol de Jorge Henrique. Era tudo o que precisávamos. Se o Inter dificilmente faria 3 gols, imaginem 4! A Fiel vai ao delírio e o “goooooooool” foi mais do que comemorado. Tinha gente ainda rindo desse primeiro gol quando André Santos fez o segundo. Aos 28 minutos de jogo, o Brasil já gritava É CAMPEÃO! Os fogos já iam de encontro aos céus e os corações alvinegros já bateriam aliviados. Por mim o jogo já acabou alí mesmo.

D’Alessandro era, ao lado de Nilmar, a esperança colorada. Nilmar foi muito bem anulado pela nossa defesa e D’Alessandro... Bom, esse se anulou sozinho ao armar confusão com o nosso capitão e ser expulso. Aliás, confusão não faltou. O chororô foi imenso. Choraram tanto que até fizeram dois gols... Mas e daí? Não diminui a nossa festa e muito menos os méritos de nossa conquista.

Por falar em conquista, não poderia deixar registrado meu carinho e admiração por cada jogador que entrou em campo todos esses jogos e que suou pra levantarmos essa taça. Meu muito obrigada ao Mano Menezes e sua equipe técnica, ao Felipe, Alessandro, Chicão, Willian, André Santos, Cristian, Douglas, Elias, Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho. Ao Júlio César, Marcelo Oliveira, Saci, Diego, Boquita, Otacílio Neto... Obrigada tanto aos titulares quanto os reservas. Obrigada, Presidente! Andrés também teve uma parcela fundamental porque, ao lado de sua diretoria, lutou para formar esse excelente elenco. Hoje, sem hesitar, o melhor time do Brasil.

Se a torcida já gritava é campeão aos 28 minutos do primeiro tempo, no finzinho então, nem tinha mais o que gritar! É CAMPEÃO e não se fala mais nisso! Ou melhor, fala-se muito disso! Rs.

O importante é dizer que soltamos tudo o que estava guardado e que não precisamos mais lembrar desse triste episódio de 2008. O importante é que somos TRI campeões e que vamos em busca da tríplice coroa e... O mais importante é que somos o primeiro clube brasileiro já classificado para a libertadores 2010! Comemora, fiel. É tudo nosso!

Sem palavras para dizer o que isso tudo representa, fica pra vocês algumas imagens do título e um vídeo de uma das partes da nossa comemoração em Atibaia! Beijonatesta, nos vemos na libertadores!!! VAI, CORINTHIANSSSSS.




video